domingo, 3 de março de 2013

Tabela dos Pilares

Salve moçada, noite de domingo e pra não passar batido, uma tabelinha que pode ser muito útil.
Abraço a todos e até a próxima. ;)


sábado, 24 de novembro de 2012

Photoshop na Vida Real

Quem não tem o que fazer, sempre inventa coisas legais. Imagine o trabalho que este cidadão teve pra fazer esta maquete. Mas vamos falar a verdade né, ficou muito bom.




Vamos rir um pouco - LULA E CONFÚCIO

Lula morreu e foi para o Céu...
Chegando lá, após breve entrevista, São Pedro recomendou que ele ficasse quinze dias na ala dos filósofos, para aprimorar sua cultura, já que tratava-se de um ex-presidente.
No dia seguinte, preocupado com a decisão que tinha tomado, São Pedro foi até a ala dos filósofos e pela fresta da janela surpreendeu Confúcio conversando com Lula.
O velho sábio estava com uma péssima aparência, mais amarelo que nunca e, profundamente irritado, dedo em riste, gritava com Lula.
- Olha Lula, é a última vez que repito:
- Platão não é aumentativo de prato;
- Epístola não é a mulher do apóstolo;
- Eucaristia não é o aumento do custo de vida;
- Cristão não é um Cristo grandão;
- Encíclica não é bicicleta de uma roda só;
- Quem tem parte com o diabo não é diabético;
- Quem trabalha na Nasa não é nazista;
- Jesus Cristo morreu na Galiléia e não de gonorréia;
- Annus Domini nada tem a ver com o cú do Papa;
- E meu nome é Confúcio... Companhêro Pafúncio é a puta que te pariu...

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Dia da Consciência Negra

O dia de hoje é dedicado à reflexão dos erros do passado e principalmente, sobre a inserção do negro na sociedade. A data foi escolhida para coincidir com o dia do assassinato de Zumbi dos Palmares, figura histórica idolatrada por muitos, porém retratada com um caráter duvidoso por alguns historiadores, haja vista, que existem relatos de que o próprio Zumbi mantinha escravos particulares. Em nosso país, mais da metade da população se declara negra ou parda. Segundo dados do IBGE o Brasil tem a maior população de origem africana fora da África, e tal representação ajudou a moldar o país como hoje conhecemos, pois, desde o império, a cultura nacional teve grande influencia afro. Seja na música, dança, religião ou futebol, o negro é a cara do Brasil, e aqui podemos dizer que realmente não há mais espaço para preconceitos. Porém, apesar do bonito discurso político não é bem assim que ainda vemos a realidade. A busca pelo fim do preconceito é uma luta antiga, já foi tema de poemas, letras de músicas, filmes, enfim, foi retratada e exposta a reflexão de todas as formas possíveis, mesmo assim eu pergunto: Nos tempo atuais ainda existe preconceito? Eu sou preconceituoso? Estas são peguntas que não devem ser respondidas de bate-pronto, mas sim refletidas. Não adianta encher o peito e dizer eu tenho grandes amigos negros, se no fundo você ainda age ou promove comentários racistas. O preconceito esta incrustado em nossa cultura como uma ferida que custa a cicatrizar. Basta analisarmos nossas piadas e nossos ditos populares. É comum se referir a um serviço mal feito como “servicinho de preto”. Quando algo não vai bem sempre dizemos “a coisa ta preta”. Até nas séries iniciais quando um aluno apronta vai parar no “livro negro”. E isto é uma forma de racismo. Nossos governantes com seus discursos populistas se dizendo buscar uma inclusão racial também exploram o racismo. Exemplo disso é a Lei das “cotas”. É um absurdo alegar que sejam necessárias “cotas” para que um negro consiga entrar numa universidade, ou que uma empresa tenha que contratar negro porque a Lei obriga, que mundo é este. Não é necessário estipular cotas e sim acesso a informação. Esta Lei é uma afronta ao dito “Orgulho Negro”, já que praticamente os coloca como menos aptos. Um negro tem as mesmas capacidades que qualquer pessoa independente da etnia se tiver a mesma instrução, isto é fato. Prova disso é que a partir de 2009 o homem mais influente do mundo será um negro. Eleito num país de maioria branca e que a história coloca como um dos mais racistas. Isso sim, foi uma vitória para o “orgulho negro” Se bem que, a quem diga que na verdade o pobre Obama entrou numa furada, tendo em vista que é visto como o salvador. Sabem, mais destrutivo para a estima dos afro-descendentes não o preconceito mas sim o auto-preconceito. E para este problema só existe uma solução, Educação. De nada adianta um dia de consciência negra ou qualquer dia que busque a conscientização para redução da discriminação e do preconceito se o governo não investe em Educação. Mídias e manifestações uma vez por ano, não surtem efeito. Há de se facilitar o acesso a informação. Inclusão racial é uma balela política, o que se precisa é “Inclusão Social”, “Inclusão Digital”, enfim, instruir para progredir. Apenas a educação e o conhecimento colocam todos no mesmo nível. Reservo este espaço para demonstrar todo meu respeito por esta raça, que moldou toda nossa cultura e que representa tudo o que mais é valorizado em nosso país. Abraços.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

100 dicas para melhores fotos

O texto original é de Martin Gommel, foi traduzido para o português pela turma doFotogravar->Vender->Viajar, e agora reproduzido aqui. Espero que gostem, até a próxima...

100 dicas para melhores fotos

  1. Nunca fotografe para se tornar um “astro do rock”;
  2. Divirta-se enquanto fotografa;
  3. Prepare-se bem para as suas fotos, entenda que a bateria não carregará enquanto você faz os preparativos para as fotos do amanhecer, é tarde demais;
  4. Tenha sempre uma roupa mais quente do que você realmente precisa (o Martin não vive no Brasil, é preciso entender);
  5. Preste atenção aos seus pensamentos e emoções enquanto estiver fotografando;
  6. Defina metas que você pode alcançar;
  7. Escreva dicas sobre fotografia, porque ao escrever você também aprende;
  8. Nunca saia para fotografar sem um tripé;
  9. Fique satisfeito com pequenas evoluções;
  10. Construa relacionamentos com potenciais foto-amigos;
  11. Olhe o local que você fotografar primeiro com seu coração e depois com a câmera;
  12. Mantenha-se sempre calmo;
  13. Saiba que você costuma se superestimar;
  14. A perspectiva é uma assassina;
  15. Dedique-se à fotografia, mas não subestime demais;
  16. Faça parte de uma comunidade de fotografia;
  17. Mantenha sua câmera limpa;
  18. Nunca se compare a outras pessoas nem em situações melhores ou piores;
  19. Encontre o seu próprio estilo de fotografar;
  20. Tente compor mais e utilizar menos o obturador (o botão de disparo, simplificando);
  21. Tente aprender a aceitar a críticas sobre as suas imagens;
  22. Faça algo diferente para recuperar a criatividade;
  23. Inspire-se no trabalho de outros fotógrafos;
  24. Critique honestamente, mas com respoeito;
  25. Peça opiniões da sua mulher (homem);
  26. Não copie o estilo de outros fotógrafos;
  27. Seja ousado;
  28. Atenção para as regras de ouro;
  29. 10mm são show! (aquelas lentes que distorcem tudo, pegando todos os ângulos);
  30. Tire retratos de você mesmo;
  31. Leia livros sobre fotografia;
  32. Para dar um impulso extra à fotografia de paisagens, tente integrar uma pessoa (talvez você mesmo);
  33. Toda situação de foto é diferente do que você espera;
  34. Preste atenção às curvas em S e às linhas;
  35. Fotografe sempre em RAW;
  36. Mantenha sensor limpo, pois assim você economizará algum limpando suas imagens no Photoshop;
  37. Descubra as coisas que você acha que são bonitas;
  38. É preciso tempo para se tornar um bom fotógrafo;
  39. O melhor equipamento é o que você tem hoje;
  40. Você não pode tirar fotografias de tudo;
  41. Quebre as regras da fotografia conscientemente;
  42. Preste atenção à luz de forma diferente nas diferentes partes da cena;
  43. O olho se move para o ponto de contraste;
  44. Nuvens aumentam a atmosfera de uma paisagem;
  45. Inicie um photoblog / Flickr;
  46. Aceite elogios e diga “obrigado”;
  47. “foto linda” não é um comentário muito útil para se fazer;
  48. “Incrivel!” Também não é útil. Tente especificar o que você gostou ou não na imagem;
  49. Você não é sua câmera;
  50. Faça uma pergunta no final dos seus comentários sobre uma foto para obter algum retorno e iniciar uma conversa com o fotógrafo comentado;
  51. Faça uma revisão de seus arquivos regularmente, quanto mais você fotografar – mais diamantes você achará por lá;
  52. Sempre deixe claro onde está o “eyecatcher” (ponto focal) na sua imagem
  53. Nenhuma imagem é melhor que a outra
  54. Todas as pessoas têm que começar aos poucos;
  55. A sua opinião sobre fotografia é importante! Tenha uma!;
  56. Deixe um comentário engraçado, mas com conteúdo;
  57. Fale de suas experiências como os seus colegas de fotografia;
  58. Limite sua foto ao que é importante;
  59. Participe de concursos de fotografia;
  60. Pós processamento = Otimizando sua imagem para o melhor resultado;
  61. Fotografe com exposições diferentes tantas vezes quanto for possíve;
  62. Use photomatix o mínimo possível, HDR’s têm sempre um sabor sintético;
  63. Sempre lembre o que trouxe você para a fotografia;
  64. Nunca fotografe uma pessoa que não quer ser fotografada;
  65. Sempre ande ao redor, às vezes a melhor fotografia está dentro de você;
  66. O que importa é quem está atrás da câmera, não a câmera;
  67. Os erros são permitidos! Quanto mais erros você comete, mais você aprende!;
  68. Se você tem uma idéia e imediatamente pensa: “isso não vai funcionar” – Faça de qualquer jeito. Na dúvida, fotografe sempre.
  69. Entenda e olhe para o histograma enquanto fotografa. Ele fornece muitas informações importantes sobre a sua imagem;
  70. Conheça a sua câmera, pois procurar o botão do menu à noite, definitivamente, é um tempo que você não quer perder;
  71. Fotografe com a maior freqüência possível;
  72. Acredite em você mesmo;
  73. Não tenha medo de se sujar (e sempre leve um terno reserva);
  74. Preste atenção na qualidade das suas imagens
  75. Suas fotografias são um mapa pessoal da sua psique;
  76. Sempre revalide as suas configurações de ISO. É terrível descobrir que elas estavam erradas apenas quando estiver vendo as fotos na tela do seu computador;
  77. Agradeça por todos os comentários e observações feitas às suas fotos;
  78. Nunca confie no seu LCD. Normalmente, ele é mais nítido e brilhante que a imagem original;
  79. Tenha sempre espaço em disco suficiente, pois é muito barato e você precisará;
  80. Aprenda a aproveitar momentos bonitos quando você não tem uma câmera;
  81. Sempre chegue pelo menos meia hora antes do nascer ou do pôr-do-sol, compor com pressa é uma má escolha;
  82. Tente ampliar os seu limites mentais e físicos. Tire algumas fotos extras quando você pensar “isso já é suficiente”;
  83. Preste atenção às estruturas no céu e espere até que eles se encaixem nas estruturas em primeiro plano;
  84. Visite o mesmo lugar com a maior freqüência possível. A luz nunca mostra a mesma montanha;
  85. Imprima as suas imagens em tamanho grande. Você vai amar isso!;
  86. Calibre seu monitor. Trabalhar com um monitor que não é exato é como estar com alguém que você não pode confiar. Sempre termina mal;
  87. Não pense sobre o que os outros possam dizer sobre suas imagens. Se você gosta delas, isso é o que vale;
  88. Nunca censure você mesmo. Aprenda com seus erros e olhe para a frente e não para trás;
  89. Lute contra a sua preguiça! Criatividade vem após a disciplina;
  90. Pergunte a você mesmo: o que quer expressar em suas imagens?
  91. Sempre pense fora da caixa, colete idéias de fotografias que você pode fazer e pergunte-se: porque não?
  92. Procure por um mentor;
  93. Fotografia nunca é perda de tempo;
  94. Cada comunidade tem as suas desvantagens. Não transpareça isso com uma resposta emocional;
  95. Sempre haverá pessoas que não estarão satisfeitas com o que você está fazendo;
  96. Henri Cartier-Bresson tinha razão quando disse que “Suas primeiras 10000 fotografias são suas piores”;
  97. Uma câmera melhor não garante imagens melhores;
  98. Tenha sempre em mente imprimir as suas imagens quando você estiver no pós-processamento;
  99. Fotografia é justa: você ganha publicidade com a qualidade das suas imagens. Ao menos que suas imagens sejam roubadas, não há uma forma de se enganar por muito tempo;
  100. Escreva uma lista 100 coisas.

sábado, 15 de setembro de 2012

Saiba mais: AF (AutoFocus) One-Shot, Al-Servo e Al-Focus

Mais uma usurpada do blog do Henrique Ribas, mas achei muito interessante e tenho certeza que outros acharão também. Espero que gostem, a copias está na íntegra e mostra para que serve os três modos de AF (AutoFocus) disponíveis no equipamento, que são eles: One-Shot, Al-Servo e Al-Focus

Primeiramente, fique atento em sua lente para que ela esteja com o seletor de foco, ajustado para AF. Feito isso, atente para os modos M, Av, Tv e P. A importância da atenção nestes três modos, é porque os três tipos de foco automático, presentes em grande maioria das câmeras fotográficas, somente estarão disponíveis em um deles, os demais são modos totalmente automáticos, e como o nome já diz, o fotógrafo não terá autonomia na seleção do tipo de AutoFocus.


ONE-SHOT
Este é o modo que grande parte dos fotógrafos utilizam em seu dia-a-dia de trabalho.

A tradução do nome não se refere á quantidade de disparos que você poderá fazer, mas sim, no número de focagem que você conseguirá durante um clique no shutter. Neste modo, a cada meia-pressão no botão de disparo, um único foco é feito por vez, e caso o objeto se movimente para frente ou para trás deste plano de focagem, então com toda certeza, se você também não acompanhar o mesmo movimento do objeto, perderá o foco.

Por este motivo que este modo de focagem é recomendado para objetos “estáticos”.

AL-SERVO
O modo AL-SERVO ou CONTINUOUS FOCUS (foco contínuo), é usado para motivos em movimentos. Quando pressionamos o shutter button, em meio clique, e enquanto não finalizarmos este clique, a câmera então irá acompanhar o foco do objeto que esteja em movimento.

É possível escolher, dentre os vários pontos de foco que sua câmera possua, com qual deles você quer que a câmera acompanhe o foco, mas o ponto central é o de mais rápido processamento.

Tome cuidado para não fugir com o ponto de foco utilizado do objeto em questão. Caso isso aconteça, pode ser que o foco, neste instante de mudança, troque para o novo local onde o ponto de foco está mirando.

AL-FOCUS
Este modo é uma junção dos dois acimas.

A câmera irá automaticamente selecionar o modo de auto-focus que irá se utilizar, revezando entre ONE-SHOT e AL-SERVO, de acordo com a necessidade da cena.

Caso a câmera perceba o objeto em movimento, ela automáticamente irá usar o modo AL-SERVO e caso ela perceba que o objeto se encontre estático, da mesma forma ela irá utilizar o modo ONE-SHOT.

Cabe então a você avaliar o motivo e as condições de fotografia em questão para que se possa utilizar o melhor modo de focagem.

o Super Sincero ataca de fotógrafo


Outro dia vasculhando uns vídeos por ai achei esta sátira do Luiz Fernando Guimarães, personagem do quadro da Rede Globo, O Super Sincero, que ataca desta vez de fotógrafo.
O personagem se transforma em fotógrafo do dia para noite, ou melhor dizendo, de um segundo para o outro, e já de imediato, encarando uma festa de casamento.
Seria cômico se não fosse trágico, infelizmente uma coisa muito comum, mas... vale a pena ver para dar umas risadas.
video
Fonte: http://www.henriqueribas.com/blog